segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Jantar de Natal Tás à Toa

Como é tradição lá fizemos o nosso jantar de Natal.
Como sempre foi um belo momento de família e alegria.
Nesta época tão especial é bom saber que nos levamos uns aos outros nos nossos corações.
Acolher o Menino Jesus não é algo que se faça sozinho e é sempre importante saber que gostamos de estar juntos.

Para quem vai passando por aqui... Feliz Natal!

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Advento 10-12-10

"Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 'veio João Baptista que não comia nem bebia e dizem que tem o demonio com ele. Veio o Filho do Homem que come e bebe e dizem que é um glutão e um ébrio, amigo de publicanos e pecadores'..."
(Do Ev da Missa de 10/12/10, Mt. 11, 16-19)

Recusamos João Baptista... e recusamos Jesus! Todos têm defeitos, menos eu, claro! Nenhum serve para o meu pé, quando no fundo, o que não quero é encarar a minha verdade! Tenho medo! Somos incapazes de olhar o Senhor de frente e de Lhe perguntar: "Diz lá: qual é o Teu sonho para mim?" E de Lhe dizer de caras e "de Pé": "SIM!" É mais fácil criticar, pôr defeitos, desculpar-me... e adiar a vida. Mas o Menino espera pacientemente na mangedoura...
Teresa Olazabal

História do Natal digital

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Advento

"Certo dia, enquanto Jesus ensinava ... apareceram uns homnens trazendo num catre um paralítico que tentavam levar até Jesus. Como não o conseguiram por causa da multidão, subiram ao terraço e através das telhas desceram-no colocando-o diante de Jesus. ... Ao ver a Fé daquela gente, disse Jesus: levanta-te, toma a tua enxerga e vai para casa..."
(Do Ev.da Missa de 06/12/10, Lc. 5, 17-26)

Posso ser: ou um dos amigos que levou o paralítico até Jesus, e nesse caso, pergunto-me: Amo ASSIM o meu proximo? Dou tudo, dou-me toda? Arrisco a meter-me nesta incrível aventura por amor aos outros? Que tectos tenho que furar, que telhas tenho que arrancar, para levar um amigo "paralisado" a Jesus? Ou poso ser o paralítico, e pergunto-me: o que me impede de caminhar? Jesus que conhece o íntimo dos corações, diz-me: "LEVANTA-TE!" Deixa a tua enxerga = larga os farrapos da tua vida passada! Neste Advento, recomeça uma vida nova! LEVANTA-TE E MUDA!


"Naquele tempo, disse Jesus aos Seus discipulos: ... Se chegar a encontrar a ovelha tresmalhada em verdade vos digo que se alegra mais por causa dela do que por causa das noventa e nove que não se tresmalharam..."
(Do Ev da Missa de 07/12/10, Mt. 18. 12-14)

"Se a chegar a encontrar..." ENCONTRAR... Tudo neste evangelho se trata de um encontro.. Tudo neste evangelho se trata de como Jesus deixa tudo para me encontrar... Tudo neste evangelho se trata de - eu - me deixar encontrar... Tudo neste evangelho se trata de eu me encontrar a mim próprio porque, quando me encontrar a mim próprio, é porque me deixei encontrar pelo Senhor. Talvez seja junto ao Presépio, deste Menino tão frágil que veio SÓ para Se ENCONTRAR comigo, que acabe finalmente este jogo de escondidas... ENCONTRAR, um verbo muito querido por Deus...


"Sou Eu, o Senhor, teu Deus que te seguro pela mão direita e te digo:
'não temas, Eu venho em teu auxilio'..."
(Da 1ª. Leitura da Missa de 09/12/10, Isaías, 41, 13-20)

Hoje não resisti a deixar o evangelho e a pegar em Isaías. Este Menino que quer tanto vir a mim... a ti, manda-nos este recado! Será que vou continuar a "prescindir" dELE...? A não Lhe dar lugar na minha hospedaria...? A não O ouvir...? A troca-Lo por mil "afazeres" todos muito mais importantes? A... A... A...? Desde que começou o Advento que me sento todos os dias uns minutos antes de me deitar ao lado do pequenino Presépio que tenho aqui na sala. Sem dizer nem pensar nada, só a olhar, só a sentir-me olhada... De dia para dia me seduz mais! ELE É UMA LOUCURA!!!
Teresa Olazabal

sábado, 4 de dezembro de 2010

Advento (04/12/10)

"Naquele tempo ... Jesus ao ver as multidões, encheu-Se de compaixão, porque andavam fatigadas e abatidas, como ovelhas sem pastor..."
(Do Ev da Missa de 04/12/10, Mt. 9, 35 - 10,8)
Jesus, não Se limitava às relações pessoais, Ele compadecia-Se com as multidões que O seguiam. A nossa relação pessoal com o Senhor não nos pode afastar do mundo e dos outros. Se sintonizarmos o nosso coração com O de Jesus, saberemos que não trabalhamos para nós mas "para" o Senhor e principalmente "com" o Senhor! Para O servir teremos que lançar o nosso olhar para MAIS longe, as nossas mãos terão que tocar MAIS pessoas, o nosso abraço terá que envolver MAIS gente. Viver com e como Jesus, é viver em comunhão = em comum+união de AMOR.
Teresa Olazabal

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Advento (03/12/10)

"Naquele tempo Jesus pos-Se a caminho e seguiram-nO dois cegos gritando: 'Filho de David tem pidedade de nós' ... Jesus perguntou-lhes: 'Acreditais que posso fazer o que pedis?' Eles responderam: 'acreditamos, Senhor'. Jesus disse: 'seja feito segundo a vossa Fé'..."
(Do Ev. da Missa de 03/12/10, Mt. 9, 27-31)

IMPRESSIONANTE...!!! A nossa Fé desencadeia o poder do Senhor... e determina-Lhe a "medida". "Seja feito 'segundo' a vossa Fé". Temos muita dificuldade em aceitar que temos este poder. Pedimos pouco e mal, somos mesquinhos, a nossa estatura interior é pequenita e desconfiada, contentamo-nos com umas coisecas, uns "trocos", umas migalhas, quando o JACKPOT está ao nosso alcance! Não acreditamos, não damos o salto, não aspiramos ao MAIS, ao ALTO, ao TUDO! Ai eu hoje vou ao encontro de Jesus gritar-Lhe que triplique a minha Fé! Ai isso vou!!!
"ACREDITAS QUE POSSO FAZER O QUE PEDES?"
Teresa Olazabal

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Advento

"...O centurião romano respondeu: 'Senhor eu não sou digno de que entres em minha casa. Mas diz uma só palavra'..."
(Do Ev da Missa de 29/11/10, Mt. 8, 5-11)
Neste primeiro dia do Advento, digo-Te, Senhor: "eu não sou digna... nem nunca o serei!!! Só uma Palavra Tua, ou melhor: só TU - 'A' PALAVRA - me restituirá a dignidade que o pecado feriu. Por isso, VEM, Jesus, QUERO acolher-Te... dá-me a Tua senha, para que eu, e cada um de nós, possa realizar o Teu sonho: o de vivermos juntos, Tu e eu, um grande romance de Amor."

Naquele tempo,caminhando Jesus ao longo do mar da Galileia, viu dois irmãos: Simão e André; ...Um pouco mais adiante, viu outros dois irmãos: Tiago e João; ... Jesus chamou-os: 'Vinde e segui-Me'... Eles, deixando tudo, seguiram-nO...
(Do Ev da Missa de 30/11/10, Mt 4, 18-22)

HOJE, Jesus caminha ao longo do meu caminho e da minha vida... do meu mar da Galileia e chama-me... "Vem! Segue-Me!" = vem caminhar coMigo, vem viver coMigo. "...Eles deixaram tudo"... Só eu sei o que preciso deixar: aquela relação? aquela falta de perdão? Aquela tendência? Aquela irritação? Aquela eterna indecisão? Aquela certeza? Aquele julgamento? Pode ser até uma areiazinha, tão pequenina, que, de tanto evitar deixar, impede TUDO, e se transforma num TUDO... Para seguir Jesus - tão frágil - é preciso, talvez, aceitar SÓ que sou frágil também... e acolhê-LO em mim. HOJE

"...Jesus foi para junto do mar da Galileia e sentou-Se. Veio ter com ELE uma grande multidão trazendo coxos, aleijados, cegos, mudos e muitos outros. Jesus curou-os... e depois compadeceu-Se e deu-lhes de comer..."
(Do Ev da Missa de 01/12/10, Mt. 15, 29-37)

Jesus é assim... "SENTA-SE"... tem tempo! Não fica a pé a ouvir e a falar "num instantinho" a despachar a conversa! Sentado comigo na praia a gozar o pôr do sol, interessa-Se pela minha história, alegra-Se com as minhas alegrias, chora com as minhas aflições, enternece-Se e comove-Se com a minha surdez, as minhass incapacidades, e a minha cegueira! E quer curar-me e alimentar-me para que me possa levantar, caminhar, ver, ouvir, falar! E depois - imagine-se! - desafia-me a ir com ELE construir um mundo bom, alegre, fresco e novo, anunciando a Sua palavra e o Seu AMOR! Então? Vou sentar-me hoje com Ele a "conversar" e deixar que me cure, console e ame?

"Disse Jesus: 'todo aquele que ouve as Minhas palavras e as põe em prática, é como o homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. E todo o que ouve as Minhas palavras e não as põe em prática, é como o homem insensato que construiu a sua casa sobre a areia'..."
(Do Ev. da Missa de 02/12/10, Mt 7, 21-27)

Escuto e ponho em prática? Estou a construir sobre a rocha: acertei o alvo: nada me arrancará a felicidade, a alegria, a liberdade interior e a paz! ... Escuto e hesito, não sei, talvez? Estou a construir sobre a areia: errei o alvo - um enorme NADA = Abri o caminho ao adiamento, o grande inimigo do "pôr em prática"! Advento, tempo de escolha: ROCHA OU AREIA? JESUS OU PAI NATAL?
Tereza Olabazal

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Formação de Animadores Viseu - Pastoral Juvenil

Neste fim de semana que passou, eu, a Inês, a Joana, a Mafs e a Sista fomos até Viseu para aproveitar uma formação que o Rui foi dar aos animadores de lá. O tema primário foi a Pastoral Juvenil e neste primeiro módulo procuramos definir e entender o mundo dos jovens, como se dá a dinâmica dos grupos e fizemos uma análise à realidade actual. Pelo meio ainda houve tempo para um conteúdo extra sobre preparação de convívios.

Ficamos alojados no seminário maior de Viseu, onde fomos muito bem recebidos pelo Padre Tó-Jó. A quem agradecemos imenso a hospitalidade.

Fica aqui o artigo no sítio da Pastoral Juvenil de Viseu e também as fotos do fim de semana.

sábado, 27 de novembro de 2010

Vida Nascente



Iniciativa promovida pelo Papa Bento XVI, terá uma dimensão mundial e acontece no início do Advento, tempo litúrgico que antecede o Natal.
Assumindo um espírito de testemunho eclesial por uma cultura da vida e do amor, convidamos todos os fiéis a marcar presença nesta Vigília.
Sendo também um período de preparação para a festa do nascimento de Jesus Cristo, queremos realçar a importância da participação de todas as Mães grávidas, para quem haverá uma benção especial.
Esta cerimónia será presidida pelo Senhor D. João Lavrador, Bispo auxiliar do Porto.
in www.diocese-porto.pt

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Momentos

Está aí o Advento

Dentro de dias começa o ADVENTO - tempo de "espera na ESPERANÇA", que maravilha! ESPERANÇA num Deus que quis e que quer vir ter connosco, ser companheiro e caminhante, peregrino connosco e amigo. Veio há 2000 e tal anos, e continua a vir - HOJE - sempre que LHE abrirmos o coração... DEUS INCRÍVEL O NOSSO - FIEL, PACIENTE, PRESENTE!!!
Teresa Olazabal

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Waiting Outside the Lines!



Waiting Outside the Lines

You’ll never enjoy your life,
living inside the box
You’re so afraid of taking chances,
how you gonna reach the top?

Rules and regulations,
force you to play it safe
Get rid of all the hesitation,
it’s time for you to seize the day

Instead of just sitting around
and looking down on tomorrow
You gotta let your feet off the ground,
the time is now…

I’m waiting…waiting…just waiting…
I’m waiting…waiting outside the lines
Waiting outside the lines
Waiting outside the lines

Try to have no regrets
even if it’s just tonight
How you gonna walk ahead
if you keep living behind?

Stuck in my same position,
you deserve so much more
There’s a whole world around us,
just waiting to be explored

Instead of just sitting around
and looking down on tomorrow
You gotta let your feet off the ground,
the time is now, just let it go

The world will force you to smile
I’m here to help you notice the rainbow
Cause I know,
What’s in you is out there

I’m waiting…waiting…just waiting…
I’m waiting…waiting outside the lines
Waiting outside the lines
Waiting outside the lines

I’m trying to be patient (I’m trying to be patient)
the first step is the hardest (the hardest)
I know you can make it,
go ahead and take it

I’m Waiting…waiting…just waiting…I’m waiting
I’m waiting…waiting…just waiting
I’m waiting…waiting outside the lines
Waiting outside the lines
Waiting outside the lines

You’ll never enjoy your life
Living inside the box
You’re so afraid of taking chances,
How you gonna reach the top?

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Reunião Tás à Toa

Hoje é dia de Reunião Tás à Toa :)
Já sabem, as 21h no COP.
Não faltes :)

domingo, 31 de outubro de 2010

JP na Trofa

Não parece, mas continuamos vivos...
Pois é, como temos tido imenso trabalho no centro e com as actualizações constantes na nossa página oficial do Centro Juvenil (www.cjscop.com), não tenho tido grande tempo de vir aqui colocar algumas novidades...
A última é que o nosso João Pedro deu um concerto na passada sexta-feira na Trofa. Integrado no encerramento da semana missionária, o João ajudou todos os presentes a rezarem juntos e a descobrirem que todos nós, cristãos, temos uma missão: viver e anunciar a Boa Nova que é Jesus Cristo.
Jovens e adultos ficaram encantados com o excelente momento de partilha que o João lhes proporcionou.
Em breve pode ser que haja fotos!

sábado, 23 de outubro de 2010

Parabéns, Ana Cláudia!

Desejamos as maiores felicidades à nossa Ana Cláudia. Esperamos que o teu dia tenha corrido muito bem e que o tenhas aprovetitado ao máximo com aqueles que mais amas.

Beijinho dos tás a toa

P.S.: Esperamos por ti amanhã!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Grande Rui... Veloso

Nos 30 anos de carreira, aqui fica uma das melhores canções de Rui Veloso.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Reunião TaT

05 de Outubro: feriado, dia de descanso, mas também oportunidade de estarmos com os amigos.
É isso mesmo que vamos fazer: comemorar os 100 da implantação da República, estando todos juntos nas Edições às 18h, e depois enfardar (verbo preferido do Rui) para festejarmos o aniversário do Sílvio!
Já agora Sílvio, faltou post, mas todos nos lembramos de ti!
Oficialmente: parabéns (atrasados)!!!

domingo, 3 de outubro de 2010

enfardar bolo à pala do Sílvio

é foleiro falar de coisinhas materiais depois de dois posts tão episcopais e espirituais.
Mas a hipótese de enfardar na próxima reunião à conta do aniversário do Sílvio, está-me a deixar animado!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Missão 2010, Outubro: Missão

Homilia D Manuel nas exéquias D Armindo


Para o serviço de Deus e a paz entre os homens


“Se alguém estiver ao meu serviço, que me siga; e, onde eu estiver, aí estará também o meu servidor”:

Ouvimos estas palavras de Cristo e com elas se definiu o autêntico itinerário duma vida que se queira cristã. Nas exéquias do Senhor D. Armindo Lopes Coelho, 67º Bispo do Porto desde a refundação da Diocese e 2º Bispo de Viana do Castelo, tais palavras assumem grande realismo.

Quanto à vida cristã em geral, esta só se entende como seguimento de Cristo. Seguimento que signifique identificação profunda, nas circunstâncias e nos sentimentos. Circunstâncias, isto é, em tudo o que suceda do viver ao morrer, nas “variações do tempo e da fortuna”, sempre imprevisíveis no imediato, mas teologalmente suportadas, em fé, esperança e caridade evangélicas.

“Onde eu estiver, aí estará também o meu servidor”: Na verdade, Cristo está “em todo o lado” da existência humana, que inteiramente fez sua, experimentando tudo o que a define e rejeitando tudo o que a contradiga. Nos tempos que correm – como sucedeu nos que passaram -, a maior demonstração do cristianismo estará precisamente aqui, no encontro ou reencontro de Cristo nas mais diversas realidades da vida pessoal e colectiva, porque Ele as fez realmente suas, para as libertar por dentro.

Foi essa também a descoberta de Paulo, como lhe ouvimos na segunda leitura: “Quem poderá separar-nos do amor de Cristo? A tribulação, a angústia, a perseguição, a fome, a nudez, o perigo ou a espada? […] Em tudo isto, somos nós mais do que vencedores por Aquele que nos amou”.

Em tudo temos tempo e espaço preenchidos pelo amor de Deus, traduzido em incarnação e convivência, como definitivamente aconteceram e acontecem em Cristo. Com todo o realismo das últimas palavras do primeiro Evangelho, que podem ser tomadas como cerne da Boa Nova e autêntico segredo das vidas cristãs: “Eu estarei sempre convosco até ao fim dos tempos”.

Não forçaríamos o sentido, se disséssemos que Ele próprio, Cristo, é o fim dos tempos, para todos e para cada um. Tempo é ocasião de descoberta do que somos como pergunta e do que Deus é como resposta.

Rodam anos e séculos, quais desdobramentos progressivos – não isentos de avanços e recuos –, em que nos vamos surpreendendo com o que somos, humanamente falando, e com o que nos é possibilitado, divinamente possibilitado. Por isso e só assim, corresponderemos em qualquer circunstância – como agora o fazemos, junto dos restos mortais do Senhor D. Armindo - à exortação paulina: “Àquele que pode fazer imensamente mais do que pedimos ou imaginamos, de acordo com o poder que eficazmente exerce em nós, a Ele a glória, na Igreja e em Cristo Jesus, em todas as gerações, pelos séculos dos séculos! Ámen” (Ef 3, 20-21).

Para o ilustre prelado portucalense, soam com absoluto realismo as belas palavras dum hino da Liturgia das Horas, que certamente repetiu: “Passa o tempo, corre a vida, / Hora a hora o dia foge; / Mas a fé nos anuncia / Que vem perto o grande encontro”.

Por isso mesmo, a presente celebração não é nostálgica, mas de acção de graças e compromisso evangélico. Acção de graças pela vida e ministério pastoral do Senhor D. Armindo. Na sua incansável aplicação, pulsou forte o coração de Cristo, de quem foi digníssimo sacramento pastoral, em favor do seu povo.

Agradecemos a Deus o dom que concedeu às Igrejas que D. Armindo serviu “até ao fim”. E, se este “fim” de algum modo começou vai para quatro anos, quando a doença interrompeu abruptamente o curso da sua existência habitual e expectável, tal não o excluiu do seguimento de Cristo, antes o radicalizou aí mesmo, na Páscoa existencial e eterna do Senhor da sua vida. Nos últimos tempos, mesmo quando as figuras e os nomes lhe escapavam, mesmo dos que lhe tinham sido mais próximos, aflorava-lhe facilmente um sorriso de grande acolhimento e serenidade. Essencial, digamos, e por isso pascal. E assim partiu em Cristo; e assim entrou na paz.

Celebração de acção de graças e compromisso evangélico. Julguei oportuno trazer aqui três breves citações das últimas homilias do Senhor D. Armindo, quase os seus “discursos de despedida”. É bom que ressoem nas naves desta catedral que foi sua, com uma actualidade que quatro anos não diminuíram, muito pelo contrário. Resumirão o seu legado, reforçando-nos o compromisso. Concretamente em torno de três tópicos maiores, que o eram e continuam a ser, porventura com maior pertinência ainda: a juventude e o seu futuro; a família e a sua prevalência; o sacerdócio e a sua verdadeira grandeza.

A 7 de Maio de 2006 falou aos finalistas universitários. Falou-lhes de Cristo e da vida eclesial, como referências permanentes da vida com os outros e para os outros, onde o futuro pessoal e profissional pode e deve acontecer, afastando egoísmos e exclusões. Há quatro anos, de facto, ainda não seriam tão evidentes as consequências trágicas da contracultura individualista, como a actual “crise” as manifesta. Mas D. Armindo já alertava os finalistas, para que o termo dos seus cursos não significasse o fim da amizade e da convivência, antes as alargasse em vidas solidárias. E isto mesmo a bem do futuro, só assim viável:

“Cristo, o Bom Pastor, e a Igreja, são a defesa contra o isolamento perigoso, contra o individualismo e o egoísmo que ameaçam. Contra a solidão presunçosa e enganadora, contra a competitividade e a competição que sepultam a solidariedade e a amizade. De facto, estes sinais negativos da sociedade que construímos levam à exclusão social, que a todos afecta porque todos somos vítimas, praticando, sofrendo ou sendo testemunhas. Estamos convosco nas preocupações pelo futuro: pelo emprego, pelas condições de vida e de trabalho, pela segurança, pela família, pela alegria transparente e justificada, pelo optimismo, pela esperança” (Homilia na Bênção das Pastas, 7 de Maio de 2006. Igreja Portucalense, nº 11, p. 31).

No mês seguinte falou às famílias, fundamentando-as na própria “familiaridade” divina. De Deus comunhão à família comunhão inter-pessoal, para que a sociedade em geral não perca fundamento e consistência. É um trecho notável pela consistência teológica e a decorrência prática e pedagógica, que muito importa reter. No tempo difícil que vivemos, o fortalecimento das famílias, é inadiável para o futuro que precisamos de alcançar. Assim se revelam as redes familiares, como indispensáveis para a sobrevivência - árdua sobrevivência nalguns casos! -de tantos concidadãos nossos. Oiçamos D. Armindo:

“A condição de Deus Trino e pessoal é a raiz da nossa condição humana de socialidade, sociabilidade e solidariedade. E é por isso que a pessoa humana egoisticamente individual e solitária redunda numa atitude ou condição, mesmo que inconsciente, contra a própria natureza humana, radicalmente sociável e social. […] É neste espírito e contexto que importa reflectir sobre a Família. […] Sendo uma comunidade natural que denota a sociabilidade humana, a família contribui de modo insubstituível para o bem da sociedade, de tal modo que pode considerar-se uma garantia contra qualquer tendência individualista ou colectivista. […] É por isso que se afirma a prioridade da família em relação à sociedade e ao Estado. A família não é para a sociedade e para o Estado. A sociedade e o Estado é que são para a família” (Homilia na Solenidade da Santíssima Trindade – Dia Diocesano da Família, 11 de Junho de 2006. Ibidem, p. 38-39).

Finalmente, nas últimas ordenações sacerdotais a que presidiu nesta Sé, o Senhor D. Armindo deixou-nos palavras que certamente ouvirão com renovado assentimento os novos presbíteros desse dia, como acolheremos nós todos, especialmente os que compartilhamos o sacerdócio ministerial:

“Agora ides vós que sois os apóstolos deste tempo e para este mundo. Ides na pessoa de Jesus (in persona Christi) […], para serdes seus representantes, a sua presença entre o povo. […] Apesar de ataques, marginalizações, desconsiderações e desconfortos, é preciso haver quem ensine o Evangelho e esteja disponível para o ministério de Deus e para a paz entre os homens” (Homilia nas Ordenações Sacerdotais, 9 de Julho de 2006. Ibidem, p.28).

“Para o serviço de Deus e a paz entre os homens”: mais ainda do que uma exortação situada, estas palavras do Senhor D. Armindo podem resumir-lhe a vida inteira: lúcida, serena e dedicada. Essa mesma vida que agora agradecemos a Deus e nos comprometemos a prosseguir na Igreja de Cristo, para bem de todos.

+ Manuel Clemente

Sé do Porto, 30 de Setembro de 2010

TaT "na interioridade"!

Ontem tivemos reunião do grupo e regozijamo-nos porque estávamos todos... que bom!!!
Este ano uma das actividades que vamos fazer será a experiência prática da educação para a interioridade. É um projecto novo no nosso país, adaptado à nossa realidade pelo Rui, e que se propõe ajudar os jovens (e não só) a libertarem-se dos "ruídos" à sua volta e cuidar do seu interior.
Fizemos alguns exercícios de relaxamento e de consciência corporal... digamos... libertadores das nossas inibições... Muito giro.
No final da reunião estivemos a rever a nossa agenda (mega-preenchida) para o mês de Outubro e a definirmos estratégias para a nova evangelização, indo ao encontro do outro para o convidar a participar connosco na Jornada Mundial da Juventude.
Próxima reunião: 05 de Outubro, 18h, porque o TaT não tem feriados!!!

PS: Para conheceres melhor o projecto Educar na interioridade clica aqui.

JMJ 2011... CJS a caminho!



Já rolam os preparativos no COP para a participação na Jornada Mundial da Juventude.
No Colégio o Centro Juvenil liderará o processo, mas contamos com todos os jovens, com mais de 16 anos. Será uma excelente oportunidade para, enquadrados na Missão 2010, partirmos para uma nova evangelização, irmos ao encontro daqueles que, por qualquer motivo, se afastaram da realidade da Igreja. Por isso, como diz a canção "traz um amigo também!"
Seguindo as palavras do Papa "... ao longo deste ano preparai-vos intensamente para o encontro de Madrid...", vamos realizar o primeiro encontro festivo no dia 22 de Outubro, pelas 20h30.
Será também uma oportunidade de nos abrirmos à comunidade envolvente, aos outros centros da paróquia e à diocese, pois o convite será feito a todos os jovens que se queiram juntar a nós.
Terminaremos os encontros com um momento de oração, sendo este aberto a toda a comunidade (mesmo aqueles que não vão à JMJ).
Ao nível informativo temos já um endereço onde podes encontrar toda a informação que necessitas: http://www.jmj2011.cjscop.com/


Todos juntos, como MJS, rumo a Madrid, ao encontro do Papa!

24 horas pelo Combate à Pobreza

Convite para participar na Marcha no âmbito da Iniciativa “24 horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social”, no Porto, dia 6 de Outubro, 19 horas.

Para assinalar o Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social a Rede Europeia Anti-Pobreza (REAPN) encontra-se a promover Focus Weeks nos diferentes Estados Membros. Com estas iniciativas pretende-se concentrar numa semana específica, várias actividades de sensibilização e lobby, procurando assim garantir uma maior projecção e visibilidade à luta contra a pobreza. Em Portugal, a Focus Week irá decorrer entre 4 e 10 de Outubro.
Neste contexto, um grupo de organizações com intervenção na área da luta contra a pobreza uniu-se para o desenvolvimento da iniciativa 24 Horas pelo Combate à Pobreza e à Exclusão Social. Este evento, de carácter nacional, irá realizar-se no dia 6 de Outubro de 2010 e tem como objectivo o desenvolvimento de um conjunto de actividades de sensibilização da sociedade civil para a solidariedade e para a responsabilidade de todos na erradicação da pobreza.
No Distrito do Porto, este evento conta já com o envolvimento da sociedade civil organizada que irá promover um conjunto de actividades nomeadamente tertúlias, um concerto nocturno, uma marcha solidária, uma feira da saúde e uma mostra social. Estas actividades irão decorrer na Avenida dos Aliados e outras artérias da baixa portuense.
Convidamos todos a participar na Marcha, ou em outro momento da Iniciativa 24 Horas!

Para consultar o programa clique aqui.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Faleceu D Armindo



Faleceu esta Quarta-feira, 29 de Setembro, D. Armindo Lopes Coelho, Bispo emérito do Porto, com 79 anos de idade.
Os seus restos mortais estarão na Sé do Porto a partir desta tarde, sendo celebrada Missa Exequial amanhã, Quinta-feira, às 16 horas.
A 13 de Junho de 1997 foi nomeado Bispo do Porto, tendo tomado posse da Diocese em 29 de Julho desse mesmo ano.
Ocupou esse cargo até Fevereiro de 2007, numa tarefa que D. Armindo Lopes Coelho considerava como “uma honra”.
Entre os seus pares era admirado pela sua inteligência, capacidade de diálogo e sentido de humor. Tinha como lema ser "servo de todos para exercer o ministério episcopal".

À família, a toda a Igreja e à diocese do Porto em particular, manifestamos o nosso profundo pesar.
Que Deus Pai misericordioso o acolha de braços abertos.
Até sempre D. Armindo.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

TaT já arrancou

Ontem foi dia de "abertura oficial da época" para o nosso grupo.
Estivemos reunidos para alinhavar o ano e descobrir motivações, expectativas, etc.
Coincidiu com os festejos do aniversário da Mafs (que sublinhe-se não deixou de estar presente).
Próxima reunião: dia 30 de Setembro às 21h no sítio do costume.

PS: Recordamos também a nossa querida Durva que ontem festejaria mais um aniversário.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Parabéns a dobrar!

Hoje é um dia especial para o Tás à Toa... Temos um duplo aniversário!
Parabéns Ana Manuela!
Parabéns Fraga!
Que todos os vossos sonhos se concretizem!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

TaT de regresso

Acabadas as férias (para alguns já há muito tempo), é hora de voltar a reunir as hostes...
Por isso malta, atentos ao mail porque TaT está de regresso!!!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Parabéns a você...



Parabéns à nossa Inês! Um dia muito feliz!



PS: Para o Pe Paulo Pinto também!!!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Ainda o Acampamento MJS

Para quem perdeu no Domingo o 70x7 fica aqui mais uma oportunidade de ver alguns rostos conhecidos na TV.


quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Há um ano...


A nossa tia, mãe, amiga, irmã, confidente, etc. está junto do Pai há um ano!
Embora não podendo estar presente, alguns amigos e familiares juntaram-se ontem para assinalar essa data. Uma cerimónia simples, mas intensa e bonita, no fundo... ao jeito dela!
Fica a recordação e saudade de alguém que nos marcou muito e tantas lições nos deu para a vida.
Até sempre, Durva!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Parabéns D Bosco

Pois é, o nosso Pai e Mestre fez ontem 195 anos. Fica aqui assinalada a data, para recordar aquele que nos ensinou a sonhar alto.

PS: Sei que estou em dívida com fotos do Jota e CampoBosco, vamos ver se esta semana aparecem por aqui novidades...

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Cruz das Jornadas Mundiais no Porto

Como vocês sabem, ontem, na Igreja das Taipas, esteve presente a Cruz das Jornadas Mundiais da Juventude e também o ícone de Nossa Senhora. Esta cruz é muito especial para os jovens de todo o mundo por isso foi uma oportunidade única de estar perto dela.



A oração de adoração da Cruz foi feita ao estilo de Taizé e o JP, a Joana e a Mafs participaram activamente na celebração.

Deixo-vos aqui este vídeo (que também foi mostrado durante a oração) que explica muito melhor o percurso desta Cruz desde que João Paulo II a deu aos jovens. Se pensarmos o que esta Cruz já caminhou... Agora o próximo objectivo é vê-la ao vivo nas JMJ'2011.


segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A Fé não tira férias! - CampoBosco

À medida que me vão chegando informações mais importantes de Espanha/Itália eu irei colocando aqui as informações! É provável que o Fraga se tiver acesso à net (e tempo) também aproveite para actualizar o blog. Todas as actualizações serão feitas neste post! Estejam atentos!

Dia 31 de Julho

Depois de uma viagem cansativa, os nossos participantes no CampoBosco já estão em Barcelona e foram recebidos por uma generosa onda de calor! Mas está tudo bem e já estão a dar os primeiros passos nesta aventura!

Dia 1 de Agosto

Hoje temos direito a uma 'reportagem' exclusiva da nossa venezuelana. Foi engraçado anotar o que a Yaide me ia dizendo desde Barcelona. Deu também para perceber que eles estão com o espírito animado! Deixo-vos aqui o relato na Jiribidilim:

Barcelona
Hoje acordei com um espírito de conhecer e de viver os sítios de D.Bosco em Barcelona. Iniciámos a manhã com uma reflexão pessoal no Martí Codolar. Fomos convidados a descobrir os locais deste espaço onde esteve o fundador dos salesianos. Partilho convosco os três sítios que mais marcaram o meu percurso: a capela (onde a motivação maior é a Fé); a sala casal D.Bosco - onde vi a famosa foto de 13 de Maio de 1886 e me questionei se, caso esta foto fosse tirada hoje estaria eu lá? E ainda a árvore onde me interpelei o que diria eu a D. Bosco e ele a mim...

De tarde partimos à descoberta de outros sítios salesianos de Barcelona como o Sarriá e o Santuário de Maria Auxiliadora. Hoje, mais do que nunca, tenho a certeza que tudo ocorre por uma boa razão. A prova disso foi o último lugar visitado: o Tibidabo (significa dar-te-ei). Pensando neste local em especial saio de Barcelona achando que este CampoBosco vai-me dar muito mais do que estava à espera.
Deixo-vos para terminar 1 frase de D. Bosco: "Não basta amar, é preciso que se sintam amados".

Amanhã é dia de mais uma grande viagem, desta feita rumo a Turim! Ficámos à espera de notícias!

Dia 2 de Agosto

Hoje não há muito a dizer. A viagem foi longa e cansativa. Eles estão exaustos, mas já estão em casa - como me disse o Fraga por mensagem à pouco. E estão alegres por isso. Amanhã começa a verdadeira aventura em terras de D. Bosco! E nós aguardamos novidades!

Dia 3 de Agosto

Hoje é a vez da nossa Sista dizer-nos alguma coisa. O dia foi passado no Colle D. Bosco e a aventura vai continuando...

Depois do cansaço de ontem, de ter que me habituar a uma cama e ambiente estranhos, acordei com a sensação de estar em casa. Hoje foi um dia cheio de emoções. Passamos o dia a conhecer o Colle D. Bosco e a perceber o que se faz por aqui. Todos nós conhecemos a história do sonho dos 9 anos mas, ouvi-la de coração aberto e pisar o chão daquele prado foi algo que me preencheu. Hoje percebi que eu, tu, nós somos a projecção desse sonho e dessa felicidade. Temos de contribuir com a continuação deste carisma tão especial de D.Bosco ajudando os jovens a perceber qual o papel de Deus nas suas vidas. 

À tarde tivemos um momento de reconciliação com Deus e reflexão pessoal. Para terminar, à noite, fizemos uma linda celebração da luz, espelhando o nosso sim a Deus e a D. Bosco.

Dia 4 de Agosto

A Cláudia (do grupo da Idália) hoje faz o jeitinho e diz-nos qualquer coisa sobre o dia que viveram.

Mais um dia de grande descoberta. Desta feita dedicado à Madre Mazzarello. Descobrimos todos os lugares por onde ela passou e a vida dura que teve que enfrentar. Desde a janela da Valponasca até ao primeiro colégio. Aquela janela tão especial permitiu-nos reflectir sobre as inúmeras 'janelas' que temos na nossa vida. Abri-las ou fecha-las só depende muitas vezes da nossa vontade! Tivemos a oportunidade de estar com a madre superiora das FMA (Madre Ivonne) que teve a bondade de responder a algumas perguntas feitas pelos participantes. De entre tantas respostas houve uma que me marcou mais... Disse ela que 'para os jovens salesianos, nada é impossível... basta ser solidário, muito apaixonado e trabalhar em conjunto'. Isto dá que pensar.
Amanhã continua esta saga!

Dia 5 de Agosto

Hoje é a vez da Jó falar-nos um pouco do que se vai passando por Itália.

Hoje foi dia de Chieri e das aldeias à volta do Colle. Visitámos a casa, escola e túmulo de Domingos Sávio. O que mais gostei foi da escola, ver o lugar simples onde ele estudou e também a caminha dele. À noite foi animação em Capriglio, a aldeia da mãe Margarida. Fantástico!

Amanhã há mais!
 
Dia 6 de Agosto

O Diogo conta-nos a experiência que viveu em Valdocco, o coração salesiano.

Valdocco! O lugar onde o sonho do menino dos Becchi se torna realidade. Aqui sentimo-nos em casa, pois foi neste lugar que o sonho se realizou, que a congregação dos salesianos nasceu. Foi duro, mas D. Bosco nunca desistiu de lutar para conseguir o que queria. Lutou muito para conseguir um lugar para os seus meninos e conseguiu. E é certo que, no início, só havia a capela Pinardi, mas lá conseguiu comprar as habitações ao lado para usar como dormitórios e salas de aula.... Depois veio a igreja de S. Francisco de Sales e, por fim, a Basílica de Maria Auxiliadora. No coração de D. Bosco não havia dúvidas: ela, Maria Auxiliadora, é que fez tudo. E ao ver tudo isto senti-me um ser muito pequeno e arrepiado com tanta grandeza de estar ao pé de D. Bosco e Madre Mazzarello. Deixo o pensamento de que se sonharmos com algo, podemos ser capazes de realizar o nosso sonho, mas temos de ir à luta como D. Bosco.

Dia 7 de Agosto
Para finalizar o relato dos acontecimentos lá por Itália, fica o testemunho da Mariana!  
Hoje voltámos a Turim. Aqui D. Cafasso disse a D. Bosco: "Olha à tua volta e faz o que puderes". De imediato D. Bosco percebeu que essa era a vontade de Deus. O objectivo deste dia é descobrir o começo da missão de D. Bosco como sacerdote e as formas que ele encontrou para ajudar os jovens - dando-lhes um lar e uma família. Tivemos eucaristia na catedral de Turim e depois algum tempo livre para almoçarmos e convivermos juntos. Ao final da tarde despedimo-nos de uma forma especial de D.Bosco e deste sítio onde ele viveu e aprendeu a tornar realidade os seus sonhos e também os dos jovens. Para mim foi muito especial partilhar com os jovens das outras províncias, a minha fé. Deu-me mais certezas do caminho a seguir.

Dia 8 de Agosto

Em jeito de balanço final a Tita fala-nos do último dia de CampoBosco e também de toda esta experiência. É um pouco grande mas vale a pena!

5h30 da manhã e já alguns despertadores se faziam ouvir... Alguns deles entoavam o hino deste nosso CampoBosco “É assim que nascem os sonhos”. Tínhamos que acordar. Um longo dia de viagem de regresso a Barcelona esperava-nos! Uma viagem cansativa, dura... Porém, temos que aguentar este percurso, porque agora, depois de todos os nossos sonhos terem despertado, um longo caminho nos espera. Um belo e difícil caminho que nos leva a descobrir-nos... a nós e aos outros, para que sempre nos encontremos com Jesus. Um caminho que em que sejamos melodia e instrumento de Deus, para que, tal como D. Bosco e Maín sejamos portadores da Sua mensagem àqueles que não O conhecem e vivem na ilusão que estão sós e sem amor, não sabendo que ‘ninguém é órfão nesta terra’. Um caminho que marque um novo início repleto de ânimo e alento. Um caminho em que os nossos passos fiquem marcados na terra, sendo intensas, confiantes e duradouras as pegadas da nossa fé. Pegadas estas que não desaparecem nem quando a maré encher, pegadas que resistam e se fortifiquem em cada adversidade. Um caminho em que possamos ser verdadeiras pedras vivas do projecto que D.Bosco deixou nas mãos de cada um de nós. Um caminho em que nos queremos colocar ao serviço e lutar pela concretização dos nossos sonhos. Perdida em tantas palavras que nunca serão as certeiras para explicar a experiência que foi este CampoBosco, adormeci.

Chegamos a Barcelona e já era noite. Jantamos. Estava na hora da última reunião de grupo. Intensa e emotiva como todas as outras. Tanta partilha de ideias, sonhos, objectivos e principalmente fé. Unimo-nos em oração e dando as mãos agradecemos a Deus pela família salesiana, por esta experiência e pedimos por nós – para que tenhamos força para continuar – e principalmente pelos que não conhecem Jesus. Os nossos animadores ofereceram-nos um posta com uma mensagem intensa. Nos grupos também nos juntamos e oferecemos uma pagela a cada um dos animadores na qual dizia ‘Obrigado’, com todas as nossas assinaturas. Um obrigado realmente sincero. Estava na hora da oração e da despedida... Oramos todos juntos num momento de muita emoção. Tantos jovens a rezar. Tantos jovens com tantos sonhos, com tanta euforia e ansiedade de continuar a crescer e a percorrer o caminho em Jesus Cristo nosso salvador. Tantos jovens com tanta força e desejo de ser um verdadeiro testemunho de fé, tal como foi o nosso ‘mestre, amigo e pai bondoso’. Tantos jovens amando, tantos jovens dizendo confiantes que D. Bosco lhes roubou o coração. Tantos jovens diferentes, de culturas distintas com tanto em comum. Tudo isto será inesquecível e acompanhar-nos-á em cada dia da nossa vida. Esta liberdade de nos sentirmos filhos de Deus, esta ânsia de nos encontramos com Ele a cada momento.

Tenho a certeza que chegaremos todos bem mais ricos com esta experiência de fé, partilha, oração e reflexão. Tenho a certeza que todos chegaremos com uma garra imensa para darmos gratuitamente tudo o quanto gratuitamente recebemos. Acredito que este jamais tenha sido um momento de despedida pois ‘quando um caminho termina, logo outro começa’. E neste caminho de que já tanto falei levamos sempre uma certeza: ‘Basta que sejais jovens para que vos ame’.

Dia 9 de Agosto

Hoje, dia 9, é dia da grande viagem de regresso! Ainda não sei a que horas chegam, mas mal saiba digo qualquer coisa!

domingo, 8 de agosto de 2010

A Fé não tira férias! - Peregrinação a Santiago

Não é só o CampoBosco que mexe com o Tás à Toa! A Mafs e a Joana encontram-se já a caminho de Santiago de Compostela numa peregrinação única em ano de Jacobeu! Além disso vão ter a oportunidade de estar presentes no momento de entrega da cruz das JMJ'2011 aos jovens portugueses (8 de Agosto)! Vou actualizando este post conforme as notícias que elas me vão dando! Estamos todos a orar por vocês!

Dia 31 de Julho

Depois dos preparativos concluídos e com os cajados em punho as nossas 'caminheiras' estiveram na Sé do Porto para receber uma benção muito especial do nosso bispo D.Manuel Clemente. Alguns de nós acompanhámos esta cerimónia tão simples e ao mesmo tempo cheia de sentido.

O nosso bispo reforçou a ideia que o próprio Jesus foi um peregrino e que peregrinar não é mais do que nos sentirmos filhos de Deus, tal como o pequeno Jesus que 'fugiu' a Maria e a José para ir para a casa do Pai.

Depois a Mafs e a Ju receberam do bispo a vieira, símbolo dos peregrinos de Santiago e ainda tiveram direito à tradicional foto de grupo junto dos companheiros de viagem e do pastor-mor da diocese do Porto.

As nossas meninas com o guia do peregrino já carimbado e com os cajados!
A vieira ao pormenor
Elas levam o CJS com elas. Toca a apoia-las com a nossa oração!
A Foto de grupo!


E se repararem bem...

Eu sei de alguém que vai ficar orgulhoso... Não é ó Fraguinha?
Tá provado que ovelha de animador mitra sabe mitrar-se! E com classe... Depois da foto de grupo foi tempo de entrar na camioneta e zarpar.

Apesar de alguns percalços (o autocarro teve uma pequena avaria) elas já chegaram à sua primeira paragem (em Ourense) onde vão descansar num Colégio Salesiano. Amanhã começa a verdadeira viagem! Boa sorte meninas!

Dia 1 de Agosto

Segundo a Joana, depois da oração da noite de ontem (onde lhes foi recordado que mesmo sentindo-nos pequeninos Ele nunca nos perde) e do descanso no 'Colexio Salesiano Maria Auxiliadora' lá partiram para Cea - uma pequena povoação conhecida pelo seu pão (e olha que duas gulosas que lá foram!).

Atravessando a ponte romana sobre o rio Minho começaram o caminho pela rua do Camiño Real, tendo enfrentado cerca de 10km de subida. Depois de 5horas e meia (e 22km depois) a dar aos pés, chegaram ao 'Pavillon Polideportivo' de Cea para o merecido banho e descanso. Tiveram depois tempo livre até as 19h, onde se juntaram a cerca de 80 espanhóis para a Eucaristia com o Bispo de Astorga D. Camilo (a missa foi em castelhano). Depois do jantar... oração e cama! Que amanhã serão cerca de 30km! Ufa!

Dia 2 de Agosto

Hoje o dia foi bem mais cansativo para as nossas meninas. Desde Cea a Lalin eram cerca de 33km - 28km dos quais foram feitos a pé e 5km de carro. Muitos desses quilómetros foram feitos em subida. A oração da manhã, na qual relembraram o momento em que Jesus ensinou o Pai-Nosso deu-lhes força para sair da província de Ourense até à província de Pontevedra. Seguiram por um caminho não oficial pelo mosteiro de Oseira até Castro Dozon. Mais uma vez, o sítio da pernoita é um Pabellon Deportivo. A Mafalda pediu para informar, meio a brincar, que morreu para o mundo. Amanhã serão mais 24 km. Por enquanto têm coleccionado os carimbos do peregrino que sempre ajudam a motivar. Coragem! Estamos convosco!


Dia 3 de Agosto

Hoje as nossas "pequenas" cumpriram a etapa número 3 da caminhada entre Lalín e Bandeira. Um caminho esperado de 17km foi, na verdade, de 23km – o que fez com que o corpo se ressentisse. O trajecto foi muito bonito, mas ao mesmo tempo algo difícil e doloroso. Passaram pela igreja de taboada, onde está o monumento ao peregrino anónimo. Acabaram por se perder na zona industrial de Silleda e, apesar de terem retomado o caminho mais à frente, os últimos quilómetros foram feitos de carrinha. À tarde tiveram oportunidade de ir à piscina para descontrair e descansar. Amanhã é o penúltimo dia da caminhada. Força! Santiago já está perto!

Dia 4 de Agosto

Hoje cumpriram a etapa entre Bandeira e Outeiro. Ao contrário do dia da etapa de ontem, a de hoje encheu as meninas de orgulho, pois terminaram-na pelo próprio pé (20km). As paisagens verdes pareciam intermináveis e por entre descidas vertiginosas avistaram o rio Ulla. Nem a subida final as impediu de cumprir a sua decisão de levar a caminhada de hoje até ao fim. 5 horas e meia foram suficientes para acabar o caminho lindíssimo e elas prometem mostrar as fotos! O dia terminou com a habitual oração e souberam que o Pe. Mateus irá fazer o resto do caminho com eles. Santiago está à porta! Amanhã chegam ao seu destino!

Dia 5 de Agosto
Hoje, porque faz mais sentido, vou deixar o texto em discurso directo. A Joana conta-nos um bocadinho da etapa decisiva:

Etapa 5: Outeiro - Santiago. Chegámos à última etapa da peregrinação, de 16km. Após mais de 100km de subidas e descidas complicadas, acompanhadas de mais ou menos bolhas e feridas nos pés, eis que avistámos ao longe as torres da catedral de Santiago - algo que nos deixou muito contentes. Mas nada se compara ao orgulho de chegar à Praça do Obradoiro e ver centenas de peregrinos que percorreram os mesmos caminhos do que nós. À tarde começou a celebração do acolhimento e início da PEJ'2010, com a presença do nosso bispo, D. Manuel Clemente. Depois do jantar tivemos uma vigília de oração na Catedral com imensos jovens, tendo a oportunidade de abraçar S. Tiago, ver o seu túmulo e quase dar-lhe uma cabeçada... uma catedral linda!

Agora ficarão até domingo em Santiago, realizando as diversas actividades da PEJ.

Dia 6 de Agosto

Primeiro dia de actividades em Santiago. Às 10h30m tiveram uma catequese com o D. Manuel Clemente, seguida da Eucaristia presidida pelo próprio. Depois do almoço foi tempo livre até às 18h onde tiveram uma palestra sobre o caminho de Santiago. Houve convívio depois de jantar e uma vista diferente da Catedral, que elas depois prometem contar ao pormenor.

Dia 7 de Agosto

Segundo dia de actividades em Santiago. Mais uma vez o dia começou com uma catequese do bispo do Porto. A tarde foi livre e tiveram a possibilidade de visitar alguns museus e concertos. Às 19h reuniram-se para ir ao estádio do Compostela para participar na vigília presidida pelo Cardeal Stanislaw Rylko e onde será amanhã a missa de encerramento.

Dia 8 de Agosto

As nossas meninas já chegaram! Vieram cansadas mas trouxeram na bagagem muitas histórias que prometem nos contar. Hoje, na missa, a Joana ajudou transportar a cruz da jornadas (que vai estar cá dia 10) e ambas estiveram em grande estilo a fazer 'publicidade' ao MJS. Foi uma experiência que nenhuma das duas vai esquecer. Agora é convencê-las a escrever qualquer coisa por aqui!

Ju a carregar a Cruz das Jornadas e a fazer publicidade ao MJS! Dois coelhos de uma só cajada!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Acampamento MJS 2010

Como sabem, alguns de nós participaram - enquanto animadores - no acampamento do MJS deste ano. Eu e a Inês ajudamos a animar o acampamento dos adolescentes, enquanto que o Ulisses ficou nos pré-adolescentes. Além de nós o Bessa, a Rosário e o Almendra também se puseram ao serviço dos miúdos que quiseram aproveitar esta experiência tão especial. Além de nós animadores, o centro e o colégio fizeram-se representar em todos os 'escalões' pelos nossos miúdos.

No final da semana, a sensação era comum: dever cumprido. Entre momentos mais fáceis e outros mais difíceis a mensagem de Cristo com os métodos de D. Bosco vai passando e de certeza que tocou o coração de alguns deles.

Este acampamento trouxe algumas novidades: existiu uma maior cobertura 'mediática' do evento - esteve presente a Agência Ecclesia (irá para o ar no dia 29 de Agosto no programa 70x7) e a Canção Nova que já disponibilizou alguns conteúdos que aqui vos deixo e que transmitiu a missa de encerramento em directo. Termino só anunciando que para o ano, devido às JMJ de Madrid, não haverá acampamento de jovens, mantendo-se apenas o de pré e adolescentes!


Algumas fotos podem ser encontradas aqui: Link 1 e Link 2

sábado, 31 de julho de 2010

A caminho CampoBosco

Pois é, graças às novas tecnologias estamos em pleno autocarro a caminho do CampoBosco. Este primeiro dia de viagem leva-nos até Barcelona, onde hoje à noite será a abertura oficial.
Entre sorrisos e lágrimas deixamos os nossos amigos e familiares à porta do COP. Obrigado pela vossa presença, foi lindo e comovente. Como alguém dizia: isto é um sinal muito bonito de família e cumplicidade.
Alguns já aterraram (sobretudo os que vieram directos do acampamento); outros vão cheios de energia e eufóricos com esta aventura.
Bem, fica um obrigado a todos que tornaram este sonho possível. Levamos a todos no coração.
Até já! Viva D Bosco!

PS: Um beijo muito especial para a Joana e Mafalda que amanhã iniciam a sua peregrinação até Santiago. Coragem!

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Espiritualidade Juvenil Salesiana

Estamos quase de partida para o CampoBosco.
Ficam aqui dois pequenos vídeos sobre aquilo que nos une, em todo o mundo, a D. Bosco: a Espiritualidade Juvenil Salesiana.



terça-feira, 27 de julho de 2010

Festival Jota 2010

Aqui vão 3 do JP

e mais

e finalmente;

Festival Jota - Coração Profético

Começa hoje a partilha que o Pe. Rui pediu, e como é óbvio, iremos fazê-la com todo o gosto.
Para já fica a música Te Quero, dos Coração Profético



Tudo o que tenho



Meu oceano


Cinco da manhã


Na busca da felicidade


PS: Em breve coloco aqui as minhas fotos

segunda-feira, 26 de julho de 2010

depois do Jota

E já viemos do festival Jota.
Suado com a caloraça de ontem, ansiosos por um bom banho.
Animados com a energia autêntica do concerto do João Pedro.
Que outras coisas há para dizer depois do festival Jota?
Onde estão as fotos?
Onde estão os comentários e as avaliações?

quinta-feira, 22 de julho de 2010

grande combate

Dia 23, às 10h00.
A não perder!
Na arena da FEUP, Yaideline versus o resto do mundo!

É amanhã às 10 da manhã, a defesa da tese da Yaideline.
Quem puder apareça.
Eu já estarei a caminho do JOta. Quem não puder estar, faça-se presente pelas mensagens e pela oração.

Entrevista do João na Antena1

Foi ontem que a nossa estrela, João Pedro Neves, deu uma entrevista à Antena 1. Um excelente testemunho de fé de um dos protagonistas do Festival Jota 2010. Para ouvires na íntegra a entrevista basta clicares aqui.
Ontem o ensaio com a banda que o vai acompanhar correu bem, e é com enorme expectativa que os fãs aguardam este concerto. Certamente vai ser fantástico e de arrasar.
Como não podia deixar de ser, uma parte da legião de fãs do Centro Juvenil lá estará para pular, dançar e entoar as músicas.
Depois colocaremos aqui as fotos e uns pequenos clipes de vídeo.
Força JP!

PS: as notícias da nossa estrela não páram, vê aqui a que saiu na agência ecclesia.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

The Power of Gospel



It will make a weak man mighty
It will make a mighty man fall
It will fill your heart and hands
Or leave you with nothing at all
It's the eyes for the blind
The legs for the lame
It is the love for hate
and pride for shame

Now that's the power of the gospel
That's the power of the gospel
That's the power of the mighty power
That's the power of the gospel

Gospel on the water
Gospel on the land
The gospel in every woman
The gospel in ever man
The gospel in the garden
Gospel in the trees
The gospel thats inside of you
The gospel inside of me

Now that's the power of the gospel
That's the power of the gospel
That's the power of the mighty power
That's the power of the gospel

In the hour of richness
In the hour of need
For all of creation
Come from the gospel seed
And you may leave tomorrow
And you may leave today
But you've got to have the gospel
When you start out on your way

Now that's the power of the gospel
That's the power of the gospel
That's the power of the mighty power
That's the power of the gospel

segunda-feira, 19 de julho de 2010

JP na Antena 1

Já começamos a contagem decrescente para mais uma participação dos "Bosquinhos" do CJS no Festival Jota. Este ano mais motivados do que nunca, porque o nosso João Pedro actuará no palco principal no Sábado à noite.
A entrevista que a nossa estrela deu para a Antena 1, passa na rádio no dia 21 (quarta-feira), no programa "Fé dos Homens" (22h45).
Este programa vai ser dedicado toda a semana ao Festival Jota.
Ouvidos à escuta!

Lean on me





Sometimes in our lives we all have pain
We all have sorrow
But if we are wise
We know that there's always tomorrow

Lean on me, when you're not strong
And I'll be your friend
I'll help you carry on
For it won't be long
'Til I'm gonna need
Somebody to lean on

Please swallow your pride
If I have things you need to borrow
For no one can fill those of your needs
That you don't let show

So just call on me brother, when you need a hand
We all need somebody to lean on
I just might have a problem that you'd understand
We all need somebody to lean on

Lean on me, when you're not strong
And I'll be your friend
I'll help you carry on
For it won't be long
'Til I'm gonna need
Somebody to lean on

So just call on me brother, when you need a hand
We all need somebody to lean on
I just might have a problem that you'd understand
We all need somebody to lean on

If there is a load you have to bear
That you can't carry
I'm right up the road
I'll share your load
If you just call me
Call me, call me, call me, call me,
Call me, call me, call me, call me...

It won't be long
Till I'm gonna need
Somebody to lean on, lean on, lean on me..
Lean on me...
Yeahh,
I'm gonna need
Somebody to lean on
I'm gonna need
Somebody to lean on...
Me yeah...

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Cruz das Jornadas


Horário: 10 agosto 2010 de 21:00 a 23:00
Local: Igreja das Taipas
Organizado por: SDPJ Porto

A Cruz que marca presença nas Jornadas Mundiais da Juventude vai estar em Portugal entre 8 e 20 de Agosto. Em cada diocese ou grupo de dioceses vai haver uma vigília de oração, estando também a ser preparadas localmente outras iniciativas de âmbito espiritual e formativo. NA DIOCESE DO PORTO, A CRUZ DAS JMJ ESTARÁ NO DIA 10 DE AGOSTO. Sabe mais em http://juventude.diocese-porto.pt/secundarias/cruz_jornadas.html e em http://www.ecclesia.pt/pjuvenil/

PS: A Cruz será entregue aos jovens de Portugal na eucaristia do dia 08 de Agosto, em Santiago de Compostela. Será o encerramento da Peregrinação Europeia de Jovens, na qual irão participar a Joana e a Mafalda. Há já um grupo de animadores que pretende deslocar-se a Santiago no dia 08 para assistir à eucaristia, não queres vir? Se tiveres alguma t-shirt do MJS tanto melhor!

terça-feira, 13 de julho de 2010

100% cristãos, mesmo nos dias normais!

Este artigo foi escrito pelo Pe. Nuno Folgado e retirei-o da Agência Ecclesia. Acaba por ser um texto grande mas o título chamou-me à atenção e apesar da linguagem não ser coloquial acho que a mensagem é mais do que pertinente. Eu tomei a liberdade de encurta-lo um pouco... Podem encontrar o texto todo aqui!

Aqui vai:

"A acção da Igreja direccionada especificamente aos jovens, comummente designada por Pastoral Juvenil (PJ), vive de ciclos. Uns mais intensos, outros mais constantes. Nestes dias de estiagem sucedem-se as propostas de actividades de PJ. Actividades de curta duração, uma semana ou pouco mais, que levam os jovens a fazer experiências fortes de oração, ou ao encontro com muitos outros jovens, e que permitem a experiência da multidão e a motivação daí resultante.

Estas actividades permitem a estes jovens experimentar a vivência da fé em ambientes propícios, com ritmos e pedagogias facilitadoras. Estas actividades dão aos jovens a possibilidade de viver a universalidade da Igreja de uma forma muito mais clara do que conseguem as actividades de dimensões paroquial ou diocesana.

É comum, nas avaliações feitas destas actividades, serem ressaltadas a certeza da pertença, a festa e a radicalidade como o que mais marca os participantes nestas actividades, realidades que, muitas vezes, a Igreja local descuida.

Estas actividades levam muitas vezes os jovens ao encontro de outras formas de ser Igreja. Formas de ser Igreja condicionadas e marcadas pela mentalidade, ou pelas condições socioeconómicas, pelos aspectos históricos ou pela realidade eclesial vigente. Levam-nos também ao encontro de comunidades eclesiais profundamente marcadas e motivadas pela realização da própria actividade que decorre, levam-nos por isso, ao encontro de grandes testemunhos de empenho e vivência cristãos capazes de despertar nos jovens a necessidade de uma vida mais conforme com as exigências do seu baptismo.

Têm ainda a mais-valia de permitirem “pescar fora do aquário”, por serem humanamente apelativas muitas vezes despertam interesse em jovens poucos ligados à Igreja e com uma prática de fé amolecida ou esquecida.

Mas estas actividades também representam perigos. O perigo de um jovem viver tão intensamente essa “maneira de ser Igreja” que depois não seja capaz de o ser na sua realidade quotidiana. O perigo de não conseguir adaptar-se a uma vivência da Igreja que não é só para jovens, mas que é para todos e que tem de atender a todas as sensibilidades, o perigo de querer transportar mimeticamente o que viveu sem a adaptação necessária à realidade concreta que o rodeia, em suma, o perigo da desilusão.

(...)

Assim estas duas dimensões na vida da PJ devem convergir entre si, devem motivar para a outra dimensão, devem completar-se mutuamente. Devem estar de tal forma ligadas que o sucesso de uma possa ser a realidade da outra, ou seja, que o critério para a aferir do sucesso ou insucesso de um grupo de jovens seja a qualidade da participação nas jornadas mundiais da juventude ou que a avaliação destas tenha como critério a vida do grupo de jovens que nelas participou.

Assim sendo, nem é importante qual das duas dimensões aparece primeiro na vida dos jovens. Não é determinante se é um jovem que faz parte de um grupo paroquial que vai a uma destas actividades ou se a um que foi a uma destas actividades lhe é proposto que integre um grupo de jovens, desde que as duas estejam presentes na persecução do propósito de conduzir os jovens à idade adulta na fé.

O que importa é que ambas as dimensões concorram para que os jovens possam ser 100% cristãos, mesmo nos dias normais"

Recordando 2007

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Preparações e mais preparações

Este fim de semana foi repleto de reuniões de preparação:

- No Sábado durante todo o dia a Mafalda e a Joana estiveram, juntamente com mais algumas dezenas de jovens da diocese, na preparação para a PEJ a Santiago de Compostela. Dentro em breve elas darão aqui notícias de como correu;

- Ainda no Sábado, da parte da tarde, foi o momento dos jovens do nosso centro que vão participar no CampoBosco, estarem reunidos com os pais para uma sessão de esclarecimento. No final seguiu-se um lanchinho bastante agradável;

- No Domingo à tarde, os jovens do MJS do Norte que vão participar no CampoBosco (nós e Arcozelo), estiveram reunidos com as altas patentes do MJS: Pe José Anibal e Ir Fernanda Luz. Para além de se combinarem pormenores práticos, foi o momento de nos conhecermos mais um pouco e partilharmos as nossas motivações.

Foram momentos bastante agradáveis e importantes para que tudo corra pelo melhor. Já estamos em contagem decrescente...

terça-feira, 6 de julho de 2010

Verão em cheio

Passada que está mais uma Festa Jovem, os nossos jovens não páram e o Verão está aí cheio de actividades:

23 a 25 de Julho - Festival Jota
26 a 30 Julho - Acampamento Nacional MJS
31 a 9 Agosto - CampoBosco
31 a 8 Agosto - Peregrinação Europeia de Jovens a Santiago de Compostela

É a prova que o tempo de férias pode ser aproveitado ao máximo, para fazer actividades diferentes, não esquecendo nunca aquilo (ou Aquele) que nos move.

sábado, 12 de junho de 2010

Fim do ano sacerdotal


Chegámos ao final do ano sacerdotal. O Papa Bento XVI proclamou o Ano Sacerdotal para celebrar os 150 anos da morte de S. João Maria Vianney.
Naquela que foi a cerimónia com a maior concelebração da história de Roma (mais de 15000 padres de quase 100 países), decorreu ontem no Vaticano onde o Papa utilizou simbolicamente na celebração, o cálice que pertencia a São João Maria Vianney, que hoje é conservado na paróquia de Ars (França).

Mas o que há a reter hoje do Santo Cura d’Ars?
Que dinamismos da sua vida e acção para as nossas vidas e comunidades?
Que frutos levamos deste Ano Sacerdotal?

Um homem de BONDADE.
Quando se evoca o Santo Cura d’Ars, qual a primeira impressão que vem ao nosso espírito? Os habitantes de Ars, interrogados depois da sua morte, respondem quase todos unanimemente: “a bondade”. Um homem bom, profundamente humano, sempre atento a todos. Um padre que leva até Deus sem rodeios! “Quando estamos a seu lado, temos vontade de ser melhores!”, sublinha um camponês de Ars. Um pobre, um humilde que se abandonou todo nas mãos de Deus, e totalmente dado aos seus irmãos.

Um homem de ORAÇÃO.
É o que mais chamava a atenção dos seus contemporâneos. Longos momentos diante do sacrário, uma verdadeira intimidade com Deus, um abandono total à sua vontade, um rosto transfigurado… tantos elementos que deixavam perceber, naqueles que o encontravam, a profundidade da sua vida de oração. Isso foi a sua grande alegria e o lugar de uma verdadeira amizade com Deus.

No coração da sua vida, a EUCARISTIA.
“Ele está ali”, exclamava o santo Cura olhando o sacrário. Homem da Eucaristia, celebrada e adorada.
“Não há nada maior que a Eucaristia”, exclamava. O que o mais o tocava, talvez, era constatar que o seu Deus estava ali, para nós, presente no sacrário: “Ele espera-nos!”

Um extraordinário testemunho da MISERICÓRDIA.
A partir de 1830, milhares de pessoas virão a Ars para se confessar com ele. Ficava no seu confessionário 17 horas por dia para reconciliar os homens com Deus e entre eles. O Cura d’Ars é um verdadeiro “mártir do confessionário”. Tomado pelo amor de Deus, maravilhado diante da vocação do homem, media a loucura de se querer estar separado de Deus. Ele queria que cada um fosse livre de poder saborear a alegria de conhecer Deus e O amar, de saber que Ele nos ama…

No coração da sua paróquia, um HOMEM SOCIAL.
“Não sabemos quanto o Santo Cura fez como obra social”, relata um dos seus biógrafos. Vendo o Senhor presente em cada um dos seus irmãos, não cessa de os socorrer, ajudar, apaziguar os sofrimentos, permitir a cada um de ser livre e feliz. Orfanato, escola, atenções aos mais pobres e aos doentes… nada lhe escapa. Acompanha as famílias e procura protegê-las de tudo o que as pode destruir.

PATRONO de todos os PADRES do mundo.
Em 1929, o Papa Pio XI declara-o “patrono de todos os curas do universo”. Bento XVI nomeia-o “patrono dos padres do universo” em 2009. João Paulo II não disse outra coisa ao recordar em três vezes que “o Cura d’Ars permanece para todos os países um modelo fora do comum, ao mesmo tempo do cumprimento do ministério e da santidade do ministro”. Um pastor admirável, testemunha da ternura do Pai para cada um.

Um apelo universal à SANTIDADE.
“Mostrar-te-ei o caminho do Céu”, respondera ao pastorinho que lhe mostrava a estrada para Ars, isto é: “Vou ajudar-te a tornares-te um santo”. Ulteriormente, convida cada um a deixar-se santificar por Deus, a tomar os meios desta união com Deus, aqui na terra e para a eternidade. A seu exemplo, não hesitemos amar a Deus e os nossos irmãos com todo o coração!
Jean-Philippe Nault, in “Fêtes et Saisons” (Julho 2009) 3.
(traduzido e adaptado por Manuel Barbosa)


Algumas frases do Santo Cura d'Ars:
“Não tenho outra coisa a provar-vos senão a indispensável obrigação em que estamos de nos tornarmos santos! Se pudéssemos interrogar os santos, dir-nos-iam que a sua felicidade é amar Deus e estarem seguros de O amar sempre”.

“Os santos não começaram todos bem, mas acabaram todos bem”.

“A pregação dos santos, são os seus exemplos”.

“O caminho de vida com Deus chama-se santidade, que é para nós possível pelo acolhimento do Espírito. O Espírito Santo compromete-nos, na medida em que queremos viver o nosso baptismo, a dizer um sim total a Deus, Trindade de Amor, para que Ele realize em nós e por nós a sua vontade, a sua obra. Um caminho de fé que nos enche de felicidade”.

“Onde passam os santos, Deus passa com eles…”

“Aqueles que são conduzidos pelo Espírito Santo têm ideias justas. Quando somos conduzidos por um Deus de força e de luz, não nos podemos enganar… o olhar do mundo não vê mais longe que a vida, o olhar do cristão vê até ao fundo da eternidade”.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Festa Jovem 2010

Iniciamos já a contagem decrescente para mais uma Festa Jovem. O quê? Não sabes o que é? Então espreita aqui.

Vais ver que vale a pena. Contamos contigo!

Pe Pablo

Estamos quase no final do ano sacerdotal. Partilho este pequeno vídeo:

segunda-feira, 7 de junho de 2010

No Boundaries...



Seconds, hours, so many days
You know it, You want it, but how long can you wait
Every moment last forever, when you feel you've lost your way
What if my chances are already gone
Started believing that I could be wrong
But you give me one good reason
to fight and never walk away

So here I am still holding on!

With every step you climb another mountain
With every breathe its harder to believe
You make through the pain
Weather the hurricanes
To get to that one thing

When you think the road is going nowhere
Just when you almost gave up on your dreams
They take you by the hand and show you that you can
There are no boundaries

I fought til the limit to stand on the edge
What if today is as good as it gets
Don't know where the future is heading,
but nothing is gonna bring me down
I jumped every bridge and I've run every light
I risk being safe,but I always knew why
I always knew why, so here I am still holding on

With every step you climb another mountain
With every breathe it's harder to believe
You make through the pain
Weather the hurricanes
To get to that one thing

When you think the road is going nowhere
Just when you almost gave up on your dreams
They take you by the hand and show you that you can
There are no boundaries

You can go higher
You can go deeper
There are no boundaries
Above and beneath you
Break every rule cuz there's nothing between you
and your dreams

With every step you climb another mountain
With every breathe its harder to believe
You make through the pain
Weather the hurricanes
To get to that one thing

When you think the road is going nowhere
Just when you almost gave up everything
They take you by the hand and show you that you can
There are no boundaries

"Vinde e vede"

“Eis o Cordeiro de Deus!... Que procurais?... Rabi, onde moras?... Vinde e vede” (Jo 1,36-39) é o lema da próxima mensagem do nosso Reitor Maior, Pe Pascual Chavez.

Este é um claro convite a “ser para os jovens verdadeiros guias espirituais, como João Baptista, que aponta Jesus aos seus discípulos dizendo:‘Eis o Cordeiro de Deus!’ (Jo 1,36)”.
Na orientação pedagógica que nos deixa, o Reitor Maior refere-se explicitamente ao MJS, por quem tem um especial carinho:
Fazer do Movimento Juvenil Salesiano lugar privilegiado para um caminho de discernimento vocacional; nele, os jovens experimentam e manifestam como que uma corrente de comunhão ao redor da pessoa de D. Bosco e dos valores da sua pedagogia e da Espiritualidade Juvenil Salesiana, desenvolvem o voluntariado e amadurecem projectos de vida.

terça-feira, 1 de junho de 2010

Nª Sra Fátima no Porto

Ontem encerramos o mês de Maria da melhor forma possível: com a procissão da imagem peregrina de Nª Sra de Fátima da Igreja da Lapa até à Sé.
Milhares de pessoas quiseram estar junto d'Ela, rezar-Lhe, cantar-Lhe, chorar... Foi uma noite fantástica, muito bonita!
Destaco a mensagem do nosso Bispo no final: "Vamos apagar as velas, mas a luz de Maria no vosso coração, vai continuar a brilhar, e vocês vão levar essa luz a quem precisa dela". E há tanta gente a precisar dela...



terça-feira, 25 de maio de 2010

Ainda o Santo Padre no Porto



O Papa Bento XVI enviou uma carta ao nosso Bispo, D. Manuel Clemente. Nela, Bento XVI agradece a forma carinhosa como foi recebido no Porto e o «grande e frutuoso empenho na convocação e dinamização da eucaristia no dia 14 de Maio de 2010».
Bento XVI afirma ainda guardar «indeléveis, na memória e no coração, as imagens daquela assembleia litúrgica apinhada na avenida dos Aliados e ruas convergentes, vibrando de fé e serenamente devota».
Para o papa, os fiéis que ali estiveram presentes deram «provas de ser um povo que ama a Deus e se sente amado por Deus».
«Imploro do Espírito Santo renovada efusão dos seus dons sobre o ministério de D. Manuel, seus bispos auxiliares e clero para levarem o seu povo a repousar e saciar-se em Deus, ao conceder a todos os filhos e filhas da diocese do Porto, com menção especial dos idosos e doentes, dos jovens e das crianças, a minha bênção apostólica»