quarta-feira, 8 de abril de 2009

Páscoa Jovem II


Paz Amor Encontro Caminho...

Que palavra escolhes? Atenta primeiro nesta história:


“Era uma vez um grupo de pedrinhas coloridas que viviam num riacho. Cada uma, à sua maneira, alegrava os meninos que com elas brincavam.

Um dia, a sua vida mudou: foram colocadas todas amontoadas, no meio do cimento e o caos instaurou-se, assim como o sentimento de inutilidade, pois já não podiam alegrar os meninos.

Mais tarde, elas que, antes, viviam demasiado agarradas a si mesmas, começaram a ver a beleza e o dom das outras pedrinhas. Descobriram o brilho umas das outras. Descobriram que juntas formavam algo maravilhoso.

“Obrigada pelo dom das vossas cores!” – diziam as pedrinhas.”


Se fosses uma pedrinha, que cor terias e como te relacionavas com as outras? Eras capaz de ver em cada pedrinha colorida um dom? Sabias o significado de ser Comunidade, de viver em Comunhão? Qual a importância da palavra que escolheste antes na tua vida, neste momento?



Este foi o ponto de partida da Páscoa Jovem deste ano.

Tendo por base a experiência de S. Paulo, exemplo de conversão, propuseram-nos descobrir até que ponto temos sofrido uma conversão, até que ponto temos sido perseverantes na escuta, na comunhão fraterna, no serviço e na oração.

Demo-nos conta que, tal como vasos de barro, somos frágeis e que nem sempre é fácil seguir Cristo e mantermo-nos perseverantes. Contudo, não nos podemos esquecer que cada dia pode ser uma nova experiência pessoal com um Cristo ressuscitado e uma nova oportunidade.

Podemos ser como crianças, na sua simplicidade, inocência e humildade, e ser “espelho do dom gratuito de Deus”. Contudo, devemos viver uma vida virtuosa, com fé, esperança e amor, como cristãos adultos, com uma fé amadurecida, que põem em prática o Evangelho e se alegra com a vitória de Deus (a ressureição do Seu filho).



Isto foi, por alto, do que tratamos este fim de semana. Desde reflexões individuais a partilha na nossa pequena comunidade, passando por uma caminhada com S. Paulo, que nos conduziu ao Calvário Húngaro, e ainda uma Celebração Penitencial, pudemos reflectir sobre a nossa vida como cristãos e comprometermo-nos a ser melhores e a dizer, tal como S. Paulo, “Para mim, viver é Cristo”.

Partilho convosco o compromisso da minha comunidade:


Obrigada Senhor por nos fazeres perseverantes no nosso caminho de conversão. Que cada dia seja um esforço de encontrar, na criança que há em nós, a simplicidade e a inocência que nos conduzem a Ti. Ajuda-nos a estar sempre alegres e em harmonia com a tua Palavra.



Estivemos ainda com velhos amigos: Irmã Anabela, Luís, Pe Juvandes e descobrimos pessoas lindas, literalmente (a minha animadora chama-se Linda e aparece na foto). Tivémos ainda o prazer de rever o Pe. José Miguel Núñez, que presidiu à Eucaristia de Domingo.


Deixo-vos mais 2 fotos desses dias.



Foto de grupo depois da Eucaristia.




Representantes dos tás a toa com o Cordeiro e a Linda.



Joana Lorenzo =)

2 comentários:

Sílvio disse...

Bom texto micas.
Tirando o meu cabelo ta tudo porreiro.

Mafi disse...

Concordo com tudo o que a Joana disse. Foram dois dias muito bem passados. Gostei de tudo, do tema, do meu grupo, do meu animador (Cordeiro :D), e principalmente da vossa companhia.
Obrigada por tudo.

Bjocas

P.S: Depois quero essa fotos xD